Descubra mais sobre a Meteorologia na Maia

Tel: 22 406 21 26 | Email: geral@maiahoje.pt



Taça da Liga: Lotaria das grandes penalidades mais favorável ao Sporting (4-3)

Taça da Liga: Lotaria das grandes penalidades mais favorável ao Sporting (4-3)

A jogar no seu estádio, esta noite campo neutro, o SC de Braga não perdia há mais de um ano. Na verdade não perdeu nos 90 minutos, mas nos penaltis foi demasiado perdulário e deixou escapar a vitória. Assim será o Sporting a jogar a final de sábado f

Começou melhor o SC de Braga, com um golo logo aos 3 minutos por Dyego Sousa de cabeça a centro de Novais, perante um Sporting que só começaria a entrar em jogo a partir dos 20 minutos. De facto nesse período o SC de Braga era muito mais acutilante e perigoso prometendo a chegada ao segundo golo por diversas vezes, até que o Sporting começou a segurar mais a bola, a chegar à frente, a criar oportunidades e acabaria por empatar aos 37 minutos, na sequência de um canto marcado por Acuna a que Coates correspondeu com uma “tolada” do 3º andar sem qualquer hipótese de defesa para o guardião arsenalista.

O jogo chegaria empatado ao intervalo, e no reatamento o Braga voltaria a marcar, logo no primeiro lance, por João Novais, mas após análise do VAR e do árbitro, seria invalidado por suposta falta de Dyego Sousa sobre Acuna.

Apesar de prometer muito nos primeiros minutos o jogo começou a arrefecer parecendo que ninguém queria perder e portanto não arriscava muito. Não obstante a melhor oportunidade coube ao Braga com uma bola ao poste, com a emoção a subir apenas nos minutos finais especialmente quando os jogadores do Sportig reclamaram uma falta na área de Claudemir sobre Coates, que todavia não seria aceite por Manuel Oliveira após visualização das imagens.

Assim o jogo chegou ao final dos 90 minutos empatado a um golo passando-se diretamente à marcação de grande penalidades para encontrar um finalista, no entanto parecia que nenhuma das equipas queria vencer pois nos primeiros toda a gente falhava. Só na terceira tentativa Bruno Fernandes deu o melhor seguimento e adiantou o Sporting no marcador, mas já só alcançado o sistema de morte súbita o Sporting acabaria por ser mais feliz quando Ricardo Ryller atirou para defesa de Renan Ribeiro, e com essa falha deitou por terra definitivamente as aspirações do SC de Braga de chegar à final do próximo sábado.

Em resumo pode-se dizer que o Braga começou melhor, o Sporting equilibrou e já no segundo tempo voltaram a ser melhores as hipóteses da equipa da casa, contudo aceita-se o empate ao fim dos minutos.

Com este resultado o Sporting irá defrontar o FC do Porto na Final Four, esperando-se mais um grande jogo de futebol e se possível estádio cheio, uma vez que hoje, mesmo com o Braga a jogar em casa a lotação pouco ultrapassou os 10.000 espetadores. Bem se pode argumentar que é um dia de semana e que os bilhetes poderiam ser mais em conta, que são argumentos válidos, mas se logo de seguida compararmos com o jogo da véspera, em dia de semana e com os mesmos preços estiveram 23.000 espetadores nas bancadas, facilmente se percebe que talvez não sejam só esses os problemas das equação, mas também a falta de apoio destas duas equipas, pelo menos quando comparadas com o Benfica e o FC do Porto. Não obstante algo a ser melhor estudado e corrigido nas edições futuras, de modo a que este tipo de jogos tenham casa cheia, como seria desejável para o espetáculo.

Imagens

23-Jan-2019 às 23:14, Francisco Bacelar

Escreva um comentário