Descubra mais sobre a Meteorologia na Maia

Tel: 22 406 21 26 | Email: geral@maiahoje.pt



Taça de Portugal: FC do Porto vence Leixões apenas no fim do prolongamento (1-2)

Taça de Portugal: FC do Porto vence Leixões apenas no fim do prolongamento (1-2)

Perante um FC do Porto de gestão de calendário, o Leixões forçou o FC do Porto ao prolongamento e sai derrotado apenas a 3 minutos dos penalties, usando um futebol aguerrido e disposto a vender cara a derrota.

A história do jogo conta-se em poucas palavras. Por força de um calendário com imensos jogos neste período Sérgio Conceição fez entrar jogadores menos utilizados e sem ritmo, como André Pereira, Adrian Lopez, Mbemba, para além do regressado Pepe, do primeira vez titular Fernando Andrade, e claro do guardião da Taça, Fabiano, ou seja meia equipa. Não obstante, o FC do Porto não demorou a marcar, por Herrera logo aos 9 minutos a passe de Oliver. Com esta vantagem, parecia e poderia ser uma vitória fácil, contudo assim não foi, pois o Leixões não cedia um milímetro na área defensiva, onde por seu lado o FC do Porto não mostrava ser acutilante, procurando, parecia, mais interessado em deixar passar o tempo, controlando com muito mais posse de bola.

O intervalo chegou e a segunda metade trouxe um Leixões à procura do empate, com bola pelas laterais onde conseguia ganhar terreno, mas os centros são anulados pela experiente defesa portista, bem melhor que os seus colegas atacantes que não construíam oportunidades. A este ritmo os minutos foram passando, e diz o ditado que quem não marca sofre, pelo que não foi grande a surpresa quando, fruto da sua persistência, o Leixões chega à vitória com remate de meia-distância de Casquilha.

De imediato Sérgio Conceição fez entrar Soares para o lugar de André Pereira, e logo a seguir Marega para o lugar de Mbemba, todavia não foi suficiente para voltar à vantagem antes de chegar ao prolongamento, aliás um resultado justo para o que se passou em campo, e um bom prémio para a laboriosa equipa do Estádio do Mar.

No prolongamento o FC do Porto começou a mostrar alguma superioridade, tornou-se mais acutilante, mas a bola continuava a não chegar com perigo evidente, ou então as jogadas eram anuladas pela rija defesa leixonense, o que obrigou à entrada de Hernâni voltando este a ser decisivo ao desempatar a passe de Adrián apenas a 3 minutos do final do prolongamento, reeditando a dupla que também havia marcado na eliminatória anterior frente ao Moreirense.

Com este resultado o FC do Porto irá defrontar o SC de Braga nas meias-finais, enquanto o Benfica que esta noite venceu o Vitória de Guimarães irá defrontar o vencedor do jogo entre Feirense e Sporting.

Imagens

16-Jan-2019 às 0:55, Francisco Bacelar

Escreva um comentário