Descubra mais sobre a Meteorologia na Maia

Tel: 22 406 21 26 | Email: geral@maiahoje.pt



Novo Ciclo

Novo Ciclo

Opinião de Orlando Leal.

Decorreu na passada semana a cerimónia de instalação dos novos órgãos municipais, Assembleia e Câmara Municipal e que concluiu com a posse e respetiva intervenção do novo líder da Câmara Municipal da Maia, o Eng. António Tiago.

Certo é que foi uma vitória menos expressiva do que noutros anos, mas se levarmos em linha de conta aquilo que se passou um pouco por todo o país, e muito particularmente no distrito do Porto, onde o PSD teve um resultado absolutamente miserável que toda a gente pode ver, menos os responsáveis distritais do partido, surge como um verdadeiro oásis eleitoral, principalmente nas câmaras com mais de cem mil eleitores, onde para além da maioria absoluta da Maia sobraram um paupérrimos 20% em Gaia e votações miseráveis no Porto, Gondomar e Matosinhos, todas na casa dos 10%.  No resto do distrito foi mais o perder do que o ganhar.

Já no que se refere à Assembleia Municipal o resultado foi quase igual ao da Câmara, mas desta feita com uma maioria mais apertada, apenas garantida com os votos das inerências das Juntas de Freguesia, o que nunca tinha acontecido na presidência de Luciano Gomes, que soube sair com a mesma sobriedade que sempre apresentou enquanto presidiu a este órgão, onde as maiorias sempre foram confortáveis. Mas apesar da quebra ainda se aguentou o castelo que Bragança Fernandes agora preside.

Foi ainda notória a sobriedade da campanha apresentada, bem como a eficácia da mesma, o que permitiu, apesar da campanha Socialista ter sido mais forte, passar a mensagem e obter o resultado pretendido, aqui Hernâni Ribeiro, merece também uma palavra de apreço pelo empenho da equipa por ele liderada ter levado o barco a bom porto.

Com tudo isto é agora tempo do PSD continuar a desenvolver o seu trabalho autárquico, tendo por base a capacidade de entender e compreender, que apesar das maiorias consecutivas, tem vindo a perder eleitorado, pelo que deverá agora agarrar-se á nova liderança de António Tiago (que é agora o autarca de referência do PSD do Porto, pois lidera o maior município laranja no Distrito e um dos 5 maiores do país), e nele personificar o autarca de referência, permitindo-lhe desenvolver o seu trabalho sem entropias e com a liberdade necessária para continuar a levar a Maia na senda do bom caminho.

Como tudo na vida, devemos estar preparados para, não esquecendo o passado, estarmos preparadas para entrarmos nos novos ciclos, sabendo respeitar os verdadeiros vencedores, a aceitando as suas ideias e diferentes metodologias, dando o tempo e o espaço necessário para o desempenho das suas funções, sem guerrilhas ou tricas internas.

É, pois, agora o tempo de um novo Lidador das terras da Maia, o seu nome é António Tiago e estou certo que saberá comandar os desígnios do concelho de forma séria e responsável, como também sei que o PSD saberá estar à altura dos acontecimentos e saberá de forma justa e solidária estar com ele de corpo e alma.

Que comece pois o novo ciclo…

08-Nov-2017 às 16:18, Ana Sofia Silva

Escreva um comentário

O êxodo Europeu na Saúde: Seguir realização profissional ou financeira? O êxodo Europeu na Saúde: Seguir realização profissional ou financeira?

Opinião de Ricardo Oliveira.

Continuar a ler »