Descubra mais sobre a Meteorologia na Maia

Tel: 22 406 21 26 | Email: geral@maiahoje.pt



LIGA: FC do Porto eficaz vence no Bessa por três a zero.

LIGA: FC do Porto eficaz vence no Bessa por três a zero.

Foi um FC do Porto pragmático que surgiu no Bessa. Aguentou toda a primeira parte perante um Boavista empenhado em marcar, e na segunda metade logo da primeira vez que chegou à baliza marcou, gerindo e ampliando depois o resultado.

Começou melhor o Boavista, acantonando desde início os Dragões no seu terreno, de tal modo que logo aos 7 minutos Yusupha Njie consegue tirar a bola a Felipe, entra na área com perigo surgindo a seus pés José Sá que num corte arriscado evitou a sua desmarcação e o possível da casa.

A toada manteve-se, as Panteras não davam posse de bola ao FC do Porto, conforme estes estão habituados, e aos 22 minutos de novo Yusupha Njie quase adiantou o Bosvista no marcador, surgindo ao primeiro poste a desviar de calcanhar um centro rasteiro de Renato Santos, quase enganando assim o guardião azul e branco.

Por volta da meia hora, o FC do Porto conseguiu ir duas vezes seguidas à baliza adversária, mas sem qualquer perigo, após o que o Boavista voltou ao domínio anterior. Inda sntes do intervalo a bola haveria de rondar a baliza de Vagner, mas sem qualquer perigo evidente, pelo que o árbitro Hugo Miguel ordenou o regresso aos balneários com o nulo no marcador.

Assim, era grande a emoção, de parte a parte, para o que restava do jogo. O Boavista queria e estava a fazer  tudo para repetir com o FC do Porto a proeza que havia realizado ao vencer o Benfica, pelo seu lado os Dragões tinham apenas 45 minutos para voltar liderança, que à condição, estava nesse momento na posse do Sporting.

Gira a bola para segunda metade e os visitantes vêm mais afoitos. Assim, logo aos 50 minutos, numa jogada começada por Aboubakar a fazer um túnel a um adversário, entrega a Corona que cruza, aparecendo Brahimi a recolher e passar ao segundo poste onde já está, de novo, Aboubakar a encostar para o fundo da baliza. Era o primeiro da partida, e oitavo na Liga para o avançado Camaronês, ao mesmo tempo que fazia do FC do Porto, novamente líder, ainda que também ele à condição de conseguir manter a vantagem até final do jogo. Com este golo Aboubakar conseguiu também a proeza de igualar Derlei, um brasileiro que fez história no clube azul e branco no início do século.

Não se intimidou porém o Boavista que voltou a avançar no terreno de forma mais ou menos consolidada, criando perigo e até algumas oportunidades com destaque para o remate de cabeça aos 75 minutos por Idris Mandiang, que passou um tudo ou nada acima da trave da baliza à guarda do jovem José Sá.

No entanto é velho o ditado que diz que quem não marca sofre, e foi o que aconteceu esta noite, quando aos 80 minutos Marega não quis ficar atrás do seu colega de equipa e também chegou ao seu oitavo golo na prova, num rápido ataque e após desmarcação e passe de Herrera.

Como se não bastasse, aos 85 minutos André André viu uma abertura na defesa boavisteira, lançou para Brahimi que apenas correu desmarcado, rematando para longe de um impotente Vagner, e assim estabelecendo o resultado final, a favor do FC do Porto por três golos sem resposta.

Com este resultado o FC do Porto mantem-se na liderança, com os pontos da jornada da anterior sobre os seus adversários diretos, também eles vencedores nas suas partidas.

 

 

Imagens

28-Oct-2017 às 22:45, Francisco Bacelar

Escreva um comentário

Liga dos Campeões: FC do Porto chega aos oitavos vencendo Mónaco por 5-2 Liga dos Campeões: FC do Porto chega aos oitavos vencendo Mónaco por 5-2

Não há fome que não dê em fartura. Após o nulo perante o Benfica, os Dragões encheram a mão com 5 golos perante o campeão francês, e assim garantiram o acesso aos oitavos de final da liga milionária.

Continuar a ler »